Se você já estudou francês ou está se informando sobre intercâmbio na França, provavelmente já leu ou ouviu falar sobre o Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas (CECRL — Cadre Européen Commun de Référence pour les Langues). Mas afinal, do que se trata especificamente?

E a dúvida também pode surgir quando o objetivo é ficar fluente: qual nível corresponde à fluência no francês? Vou responder a essas perguntas a seguir!

Os níveis de conhecimento em francês

O Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas, elaborado pela Comunidade Europeia, padroniza as metodologias de ensino e níveis de conhecimento do idioma entre os países europeus. Assim, os níveis de referência para o francês são:

  • A1 (básico 1)
  • A2 (básico 2)
  • B1 (pré-intermediário)
  • B2 (intermediário-avançado)
  • C1 (avançado)
  • C2 (proficiência)
níveis de idioma

P.S.: O C2 é um nível que as pessoas raramente alcançam, pois é extremamente sutil e abrange conceitos além do avançado.

A diferença entre o C1 e B2

Quem busca fluência no idioma francês pode ficar em dúvida sobre qual nível deve ser alcançado: C1 ou B2?

É comum as pessoas terem dúvida sobre as diferenças entre os níveis C1 e B2, uma vez que ambos níveis são considerados como fluentes: tudo vai depender do objetivo e do perfil de cada pessoa.

O que é um nível C1?

O nível C1 completo corresponde a um domínio avançado do idioma; alguns podem até considerar esse nível como sendo além da fluência. Se você estiver com nível avançado, isso significa que fala praticamente como uma pessoa nativa. O seu sotaque se assemelha muito ao francês, ao ponto de as pessoas terem dificuldade em saber qual é a sua nacionalidade. Em relação à gramática, erros são muito esporádicos (e são erros que nativos também fazem).

O que é um nível B2?

Já o B2 completo corresponde a uma autonomia no idioma. Você fala muito bem francês, ao ponto de se comunicar por escrito e oralmente em situações complexas sem precisar de ajuda. Domina muito bem a gramática. Embora faça alguns erros, são equívocos que geralmente não comprometem a comunicação. O seu sotaque ainda não é perfeito, mas certamente seu francês será elogiado.

Como saber se preciso de um C1 ou B2?

Diferenciei os níveis C1 e B2 para ilustrar o seguinte ponto: para muitas profissões, um B2 completo é suficiente para conseguir estudar e trabalhar em francês, de forma confortável e com um bom desempenho. Para quem dispõe de tempo e recursos para tal, é claro que o C1 é bem-vindo, mas não é um requisito.

Já no caso das áreas que são muito relacionadas com o idioma, a exemplo de Letras, Direito, Psicologia e História, o objetivo de nível C1 é mais adequado. Isso não significa que um B2 já abra espaço para diversas oportunidades, mas o C1 é mais condizente.

Espero ter ajudado você com essas informações. Se você tem interesse em aprimorar o francês, não hesite em pesquisar sobre nossas opções de intercâmbio na França e cursos online de francês.

A bientôt!