Muitas pessoas me perguntam se é muito mais caro fazer intercâmbio em Paris, em relação a outras cidades francesas. A resposta, certamente, é sim. Contudo, isso precisa ser ponderado, já que muitos elementos entram em jogo no momento de decidir sobre a melhor cidade para intercâmbio na França.

Fachada da Académie Nationale de Musique em Paris
Opéra Garnier

Ville Lumière, sede da Exposição Universal de 1900, grande centro de moda e gastronomia, renomado centro universitário e cidade mais visitada no mundo: não são atrativos que faltam nessa grandiosa cidade marcada por Hausmann e diversos outros arquitetos! E isso sem contar os numerosos eventos históricos que tiveram como palco a capital francesa.

Não é de se estranhar, com tantos atributos, que o custo de vida seja mais elevado nessa cidade. Mas, o quão mais elevado seria esse custo? Por que optar por Paris para o intercâmbio mesmo sendo uma cidade mais cara?

Neste artigo, explicarei:

  • o que de fato encarece a estadia em Paris;
  • que nem tudo é mais caro em Paris;
  • como o intercâmbio torna a experiência em Paris mais acessível;
  • o quão importante é optar por uma localização central para uma melhor experiência;
  • como conciliar Paris com outra cidade para uma experiência mais completa.

Preço da acomodação em Paris

Para analisar a situação da melhor forma possível, é preciso primeiramente entender que o ponto crítico de Paris é a acomodação, já que se trata do principal custo. Como tem uma grande procura por imóveis em Paris, o preço é alto e a disponibilidade escassa.

A boa notícia, no entanto, é que, uma vez considerada a acomodação, as demais despesas em Paris não são necessariamente mais caras que em outras cidades. Isso é bem importante, pois significa que você tem condições de aproveitar plenamente a cidade no seu dia a dia sem desembolsar um orçamento acima do esperado.

Transporte e alimentação em Paris

Transporte 

O sistema de transporte público é muito denso, permitindo chegar a qualquer ponto da cidade, ou mesmo de cidades vizinhas da Région Parisienne, sem precisar usar táxi ou uber. Portanto, você pode considerar o transporte público como sua única despesa de transporte.

Nesse sentido, o sistema de transporte público de Paris disponibiliza uma tarifa única semanal para uso ilimitada da rede, que é de 22,80 Euros por semana, sendo apenas ligeiramente mais cara que em cidades do interior, onde costuma custar na faixa de 15 a 20 Euros.

Alimentação

Para uma alimentação do dia a dia, tenho uma excelente notícia: o preço em Paris é o mesmo que em outras cidades, já que os supermercados têm aproximadamente o mesmo preço e há amplas opções de padarias e lanchonetes com preços acessíveis.

Vitrine com Doces em Paris
Doces franceses e suas vitrines hipnotizantes

Já para uma refeição em um restaurante mais sofisticado, a realidade é bem diferente, pois os restaurantes são mais caros, principalmente em razão do maior poder de compra de quem mora no centro de Paris e da demanda turística elevada.

Assim, embora haja restaurantes para todas as faixas de preços, inclusive alguns com menus (entrada, prato principal e bebida) abaixo dos 20 Euros, é certo que a média de preços dos restaurantes é alta.

E aproveito aqui para deixar uma dica para quem gosta de gastronomia e pretende comer em restaurantes com frequência: Lyon, a apenas 1h58 de trem TGV de Paris, é considerada a capital francesa da gastronomia. Além de ser um ótimo local para intercâmbio, a cidade oferece variedade gastronômica a um preço bem acessível. Talvez você já tenha ouvido falar dos bouchons lyonnais?

Turismo e cultura em Paris

Turistar em Paris é de fato mais caro que em outras cidades, pois grandes museus e monumentos muito conhecidos são mais caros que a média. E como muitos são imperdíveis, provavelmente você precisará dedicar um orçamento um pouco maior para essas visitações.

Torre Eiffel
Torre Eiffel

No entanto, isso não é um impedimento para a viagem, já que em contrapartida Paris oferece um turismo histórico ao ar livre gratuito e extremamente interessante. Além disso, há os incontáveis parques, vários eventos a preço acessível e diversos museus e atrações que ficam em uma faixa de preço mais baixa, ou que podem até ser gratuitos.

Importância de uma boa acomodação em Paris

Alertei logo no início deste artigo sobre o fato que a acomodação é um ponto crítico em Paris. Agora, cabe reforçar que o ponto de atenção não é só o preço, mas também a qualidade. Isto é, se o preço elevado já é uma característica marcante da acomodação em Paris, a qualidade e a localização são outros aspectos igualmente importantes.

Quero dizer com isso que encontrar uma boa acomodação em Paris não é uma tarefa fácil; e se formos considerar também uma localização central e um preço acessível, isso se torna ainda mais desafiador. Por isso, ao planejar a sua viagem, dê uma atenção especial a esse item.

Inclusive, sugiro analisar alguns aspectos fundamentais: localização, estrutura e expectativa.

Localização

Resumidamente, Paris se divide em duas partes:

  • a cidade de Paris em si, que chamamos de Paris intramuros, ou ainda, zona 1, de acordo com o zoneamento do transporte público
  • as cidades vizinhas a Paris, que conformam a região metropolitana, também chamada de Paris extramuros ou região parisiense (Région Parisienne). No sistema de transportes, isso corresponde à zona 2 em diante.

A experiência de ficar em Paris intramuros é muito diferente de ficar em cidades da região metropolitana. Embora algumas cidades fiquem de fato muito próximas a Paris e sejam muito agradáveis para morar, é preciso saber que a atividade cultural e turística em Paris é muito centralizada; a região suburbana costuma ser muito calma, criando uma dependência com Paris intramuros para se divertir.

É importante reforçar esse ponto, pois essa realidade é bem diferente em Londres, por exemplo, onde as cidades da região suburbana contam com mais atrações culturais e de lazer. Assim, mesmo que você tenha ficado nos arredores de Londres, ou até mesmo de outra cidade grande com essa característica, e tenha aproveitado bem em razão do ambiente animado e da infraestrutura cultural completa, isso não significa que terá a mesma experiência em Paris, onde as cidades suburbanas são mais residenciais.

Ainda, mesmo em Paris intramuros, há bairros mais interessantes que outros de acordo com o perfil de cada pessoa. Portanto, vale uma análise bem detalhada para escolher a melhor localização possível. Posso ajudar com isso, uma vez que tenho bastante experiência com Paris, cidade na qual morei e que continuo visitando com frequência.

Estrutura

Outro aspecto interessante sobre a acomodação em Paris é a estrutura dos imóveis e apartamentos. Como Paris é uma cidade muito antiga, a maioria dos prédios data de vários séculos, ainda mais nas partes mais centrais de Paris.

O charme da arquitetura, com certeza, é um grande diferencial. Entretanto, a idade das construções e a alta densidade da cidade apresentam possíveis desvantagens:

  • os ambientes internos podem ser mais apertados;
  • em alguns apartamentos, os banheiros são pequenos, podendo até mesmo terem sido instalados décadas após a construção do prédio;
  • alguns prédios não contam com elevador;
  • algumas acomodações têm um acabamento mais simples ou, para dizer de outro modo, desatualizado.

Expectativa

Por fim, a expectativa é muito importante, pois embora Paris seja uma cidade extremamente elegante em sua arquitetura e seus costumes, grande parte da população parisiense vive de uma forma mais simples do que se espera, o que impacta no padrão das acomodações.

Ainda, há moradias de todos os tipos, das mais sofisticadas às mais simples, portanto o mais importante nessa hora é pesquisar bem e tirar todas as dúvidas, de forma a se certificar de que a expectativa está alinhada com a realidade.

Vantagens do intercâmbio em Paris

Até agora, apresentei diversas características de uma estadia em Paris, mas não da experiência do intercâmbio propriamente dita. Sobre esse assunto, vale a pena destacar que fazer um intercâmbio em Paris é uma excelente opção, pois é uma forma diferenciada de conhecer a cidade, com elementos que uma viagem turística convencional não proporciona.

Em alguns casos, é até o intercâmbio que acaba viabilizando ficar por um período de várias semanas em Paris, já que fazer isso ficando em hotel como turista seria extremamente oneroso.

Por isso, gostaria de destacar alguns pontos que acho relevantes sobre o intercâmbio em Paris:

  • escola no coração de Paris
  • experiência turística mais acessível e profunda
  • acomodação de boa qualidade por um preço acessível

Escola em Saint-Germain-des-Prés

Não seria exagero dizer que a sua experiência turística em Paris começa já na porta da escola! A instituição com a qual trabalhamos em Paris, além da excelência no ensino do francês, tem uma localização privilegiada na região de Saint-Germain-des-Prés, no 7ème arrondissement, de Paris, logo ao lado do famoso Quartier Latin.

Para dar algumas referências sobre essa localização, ela fica a 19 minutos a pé do Museu do Louvre e a 13 minutos a pé do Jardin du Luxembourg. Diversas outras atrações ficam distantes a pé, algumas no próprio bairro. E, para as atrações que não ficam distantes a pé, alguns minutos de transporte público costumam ser suficientes.

Jardin du Luxembourg em Paris
Jardin du Luxembourg

Estudar em Saint-Germain-des-Prés é, sem dúvidas, um privilégio, não são por ser um dos bairros mais centrais de Paris, mas também por ser um dos mais clássicos e elegantes.

Turismo mais acessível

Comentei um pouco acima que o turismo em Paris não é tão caro quanto se pensa, e essa afirmação faz ainda mais sentido quando a experiência é um intercâmbio. Digo isso, pois ao estudar francês em Paris, você terá contato com outros alunos que também têm o objetivo de descobrir todos os cantos de Paris de uma forma acessível.

Basílica de Sacré Coeur em Montmartre
Basílica de Sacré Coeur

Além de você conseguir programar atividades interessantes, você criará um círculo de amizade interessante e trocará experiências enriquecedoras. Somado a isso, ao ficar por um período mais longo em Paris (se comparado com uma estadia apenas turística), você terá mais tempo para se organizar, aproveitando por exemplo ofertas especiais, combos de museus ou até mesmo dias ou horários com descontos ou gratuidade.

Por fim, a vantagem aqui não é só econômica, pois como estudante de francês você terá a oportunidade de “viver Paris” em vez de apenas visitar a cidade. Assim, você terá um contato mais próximo com a população, informações mais completas sobre a cidade e poderá montar um roteiro turístico em Paris mais exclusivo e nativo, com atividades que os turistas não conhecem.

Acomodação de boa qualidade por um preço acessível em Paris

Realizar um intercâmbio em Paris pela nossa agência ainda traz a vantagem de fechar uma acomodação de boa qualidade e bem localizada, escolhida por quem realmente entende do assunto.

A acomodação em Casa de Família em Paris é diferenciada no sentido que a escola trabalha com famílias bem localizadas, com fácil acesso à escola em transporte público, com anfitriões simpáticos e atenciosos. Ainda, o preço da acomodação é muito baixo para o padrão parisiense, sem contar que você poderá vivenciar o dia a dia de uma família parisienne. O quarto é individual e você terá o café da manhã e o jantar em casa.

Já para quem procura mais autonomia, temos uma opção de Residência de Estudante com quarto individual suíte (e o banheiro é amplo). A residência foi recentemente reformada, oferecendo um excelente custo-benefício. A localização é a 20 minutos em transporte público ou 40 minutos a pé da escola, na região de Glacière, próximo a Montparnasse.

Ainda, uma outra opção para quem prefere fechar a acomodação por conta própria é o Airbnb. A plataforma oferece uma grande variedade de opções e preços mais acessíveis que os hotéis. Para quem preferir optar por essa acomodação, um diferencial incrível é que você tem total liberdade para selecionar a localização, o que permite que você escolha um bairro em Paris que combine com a sua personalidade, acrescentando ainda mais à sua experiência.

Estudar em outra cidade e visitar Paris

Como foi possível entender ao longo deste artigo, o intercâmbio em Paris é muito mais acessível do que uma estadia turística na cidade. Contudo, mesmo com todas essas vantagens, estudar em Paris é sim um pouco mais caro que no restante da França, sendo que há opções igualmente interessantes que Paris e com custo de vida bem acessível.

Opera Garnier
Opéra Garnier

Por isso, uma decisão frequente dos meus clientes é estudar em uma cidade menor e passar um final de semana, ou mesmo 3 a 4 dias, em Paris. Isso é perfeitamente viável graças à excelente estrutura de transporte de trem da França, que encurta distâncias e proporciona uma viagem confortável. E, comprando com antecedência, é possível encontrar passagens baratas para Paris.

Temos diversas opções de cidades para intercâmbio na França, das quais destaco Rouen, que fica a apenas 1h20 de trem de Paris, no coração da região Normandia, que proporciona uma experiência única, recheada de história e paisagens naturais deslumbrantes.

Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo! Terei prazer em ajudar.

Gabriel Larpin responsável pela Easy Languages Brasil
Gabriel Larpin
Especialista em Intercâmbio na França